BLOG

segunda, 14 agosto 2017 - Binge eating (ENG and PT version)

 

Many patients complain about the binge eating episodes, particularly for sweets, some people even say they can easily switch main meals for sweets.

To start with the explanation about binge eating and cravings, we have to understand that our eating habits and preferences are largely developed in childhood. Is rare the offer of bitter foods at the food introduction, moms usually choose to offer salty and sweet foods which leaves us very conditioned to always prefer these two.
Therefore, when the desire for sugary products ceases to be eventual and becomes constant, care must be taken because it can be a sign of binge eating. Binge Eating Disorder (BED) is a psychiatric illness characterized by uncontrolled eating episodes, which occur at least once a week for three months.
Compulsive behaviours can be caused, among other reasons, by long periods of deprivation of particular kinds of nutrients or food groups (as carbohydrates for example). For this reason, very restrictive diets are not indicated for most people. No food or nutrient should be completed eliminated from the diet, and meals should be balanced in nutrients using the basic principles of individuality, unless if there is a medical reason for doing so.
The consumption of carbohydrates, increases the absorption of tryptophan, an essential amino acid used by the brain to produce serotonin, a neurotransmitter that interferes in some functions: onset of sleep, sensitivity to pain, mood control and the feeling of pleasure and well-being.
But we have to watch ourselves to stimulate our palate for all the flavours: sweet, bitter, salty and sour, as options that should be part of our food habits.
And yes, it is possible to modify that addictive behaviour and habits! Try to spend a week without using sugar in coffee and tea (or reducing the amount of sugar), try for just one week do not consume any sweet and foods with too much added sugar (processed juices, cookies, soda). You can introduce the dark chocolate as well (you can start with 60-70%) in your routine, believe me this will training for your palate.
Every human being is adaptable but resistant to changes, to create a habit or get rid of it you need patience, dedication and persistence.
And of course always consult a nutritionist to adjust your diet and help you in this process!

Carolina C. Simon

Check it out: BodyMetrix body fat analysis

www.carolinasimon.co.uk
Facebook: @nutricionistalondres
Instagram: @nutricarolinasimon
Snap: nutricarolsimon

 

PT VERSION

__________________________________________

Como controlar a vontade de comer doces?

Muitos pacientes reclamam da vontade ou quase compulsão por doces, alguns até arriscam dizer que trocariam refeições principais por doces.

Pra começar explicando o motivo disso temos que entender que nossos hábitos e preferencias alimentares são determinados em grande parte na infância. Dificilmente as mães que fazem introdução alimentar nos seus bebês oferecem alimentos amargos, sempre optando por ofertar alimentos salgados e adocicados o que nos deixa muito condicionados a sempre preferir esses dois.

Diferenças genéticas nos receptores de sabor amargo, gorduroso ou doce nas papilas gustativas da língua podem fazer com que as pessoas já nasçam com maior preferência por alimentos doces.

Portanto, quando a vontade por produtos açucarados deixa de ser eventual e passa a ser constante é preciso tomar cuidado, pois pode ser um sinal de compulsão alimentar. O transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) é uma doença psiquiátrica caracterizada por episódios descontrolados de alimentação, que acontecem pelo menos uma vez por semana durante três meses.

Comportamentos compulsivos podem ser causados, entre outros motivos, pela privação de alimentos, como muitas vezes acontece com os doces. Neste caso, as dietas muito restritivas que pregam a eliminação do carboidrato, por exemplo, podem causar comportamentos compulsivos. O ideal é que nenhum alimento seja eliminado do cardápio e que a alimentação seja equilibrada, a não ser que exista uma razão médica para isso.

O consumo de carboidratos, como é o caso do açúcar, aumenta a absorção de triptofano, um aminoácido essencial utilizado pelo cérebro para produzir a serotonina, um neurotransmissor que interfere em algumas funções: o início do sono, sensibilidade à dor, o controle do humor e a sensação de prazer e bem-estar.

Porém temos que nos policiar a estimular nosso paladar para todos os sabores: o doce, o amargo o salgado e o azedo como opções que devem ser parte do nosso dia-a-dia.
E sim, é possível modificar esse paladar viciado!

Tente passar uma semana sem utilizar açúcar no café e chá, tente por apenas uma semana não consumir nenhum doce e alimentos com muita adição de açúcar ( Sucos industrializados, biscoitos, refrigerantes).
Como todo ser humano é adaptável mas resistente a mudança, para criar um hábito ou se livrar dele você precisa de paciência e dedicação.

E claro consulte sempre uma nutricionista para adequar sua dieta e te auxiliar nesse processo!



Por: Carolina Capellari Simon


 
 
 

© 2018 All Rights Reserved by Carolina Capellari Simon